Acesso restrito:

E-mail:
Senha:
 

Apresentação Temas para debate

Selecione o tema abaixo para ver seu conteúdo


Governo brasileiro e Política Econômica

Governo brasileiro e Política Econômica
RSS
04/07/2012
DF
5
pontos
Gostei
Bolha imobiliária, Minha Casa Minha Vida e expectativa dos agentes econômicos
Como relacionar esses eventos paralelos: Bolha especulativa imobiliária, PAC, particularmente o Minha Casa e a expectativa pessimista dos agentes econômicos?

1) O conceito de bolha especulativa imobiliária já é comum entre nós e facilmente constatável no dia a dia, bastando comparar a variação do preço dos imóveis.

As razões são mais ou menos evidentes:

a) Ativos imobiliários mostram-se mais seguros frente à instabilidade do mercado financeiro;

b) Ativos imobiliários são mais eficientes como fundo de reserva e investimento para recursos ilegais, dada a literal bagunça regulatória no registro cartorial das propriedades;

c) O processo participativo no ordenamento territorial urbano é facilmente manipulável em favor dos grupos voltados para a especulação;

d) A política habitacional brasileira é uma piada de mau gosto;

 

2) O Programa Minha Casa Minha Vida dispõe de recursos que só mesmo o governo federal é capaz de amealhar.

O problema do programa é a incompetência gerencial e não apenas do governo federal. Executado no âmbito dos municípios o programa acaba refém da falta de estrutura das prefeituras, da falta de controle da sociedade local e da ganância de grupos empresarias unicamente interessados em realizar o lucro máximo, mesmo que em prejuízo do usuário;

 

3) O IBGE acaba de divulgar o Índice, trimestral, de Confiança da Construção Civil. Ele marca a terceira queda consecutiva e o pior número desde dezembro de 2011. O mês de junho encerra um trimestre com queda de 9,5%. Dentro do índice e expectativa dos agentes econômicos do setor para o próximo semestre também é negativa.

A expectativa dos agentes econômicos é um importante guia para a gestão da política econômica e desenha com alguma clareza que mantidas as coisas como estão caminhamos na direção da redução da atividade econômica. Mas na é apenas isto. Convém considerar ainda que o setor de construção civil é um importante empregador de mão de obra menos qualificada. No geral ainda mantemos um nível de emprego bem alto, mas isso pode não durar muito mais tempo.

 

Muito bem, como relacionar os sucessivos anúncios de massivos investimentos no Minha Casa e no PAC, construção civil também envolve obras públicas, com a baixa da expectativa dos agentes?

A obsessão governamental com o PAC é tão grande que o PLDO 2013 só destaca duas metas e o PAC é uma delas.

Com tantos recursos disponíveis os agentes não deveriam estar otimistas?

Da mesma forma como relacionar a queda na expectativa dos agentes com a bolha imobiliária?

Se a bolha implodir, dado o quadro geral de pessimismo, como ficará a economia?

  

0 Comentario(s)


Para poder fazer seu comentario, cadastre-se!

 

Fale conosco



Twitter Updates


    Mais lidas